Imagem de: Conceito de trem de levitação magnética chinês chega aos 2.900 km por hora

Conceito de trem de levitação magnética chinês chega aos 2.900 km por hora

1 min de leitura
Avatar do autor

Projetos de trens que utilizam supercondutores e eletromagnetismo para se locomoverem não são grandes novidades — já existem diversos deles operando ao redor do mundo. Mas trens com supercondutores eletromagnéticos envoltos por estruturas de vácuo para a anulação da resistência do ar são novidades... E daquelas novidades bem interessantes que podem revolucionar o mundo.

Um conceito feito no Applied Superconductivity Laboratory of Southwest Jiaotong University — Laboratório de Supercondutividade Aplicada da Univesidade do Sudoeste de Jiaotong, em português — está prometendo exatamente isso. O sistema utiliza a mesma ideia do Hyperloop proposto por Elon Musk e pode oferecer velocidades muito mais altas do que as apresentadas por sistemas utilizados atualmente.

Além dos trilhos eletromagnéticos, o novo trem chinês é colocado dentro de enormes tubos de vácuo — o que significa a ausência de ar que poderia causar resistência —, possibilitando velocidades muito mais altas do que as que são possíveis com trens de superfície ou mesmo metrôs comuns. Outra grande vantagem é a redução de consumo de energia, uma vez que menos esforço é necessário para as velocidades prometidas.

O que isso significa em números

Segundo o que foi publicado no site PhysOrg, o Super-Maglev — nome que vem sendo atribuído ao projeto — pode atingir velocidades de 2.900 km/h, sendo que esse é o limite teórico para toda a estrutura, pois na prática isso deve ser um pouco reduzido. Quanto à energia, espera-se que existe uma redução no consumo de quase 20%, o que é ótimo por questões econômicas e de sustentabilidade.

O principal responsável pelo projeto é o Dr. Deng Zigang. Ele diz que os sistemas do Super-Maglev não precisam ser mantidos apenas nos trens de transporte terrestre. Outras possibilidades propostas são relacionadas ao envio de naves para o espaço e também o lançamento de mísseis e outros armamentos com alta velocidade. Será que veremos algo assim em funcionamento em breve?

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Conceito de trem de levitação magnética chinês chega aos 2.900 km por hora