Tráfego limpo

Stefan Lämmer e Dirk Helbing, um alemão e um suíço, desenvolveram um novo sistema para ajudar o controle de tráfego nas cidades. Segundo eles, o sistema tem o objetivo de reduzir o tempo de permanência dos carros no trânsito e assim reduzir a emissão de poluentes.

A ideia é a de que os semáforos não precisam alternar cíclica e previsivelmente entre vermelho, amarelo e verde. É possível desenvolver um sistema complexo que analise as condições do trânsito e dite um tempo de permanência para cada cor em cada semáforo, sem que eles entrem em conflito.

Isso significa que o sinal ficaria por mais tempo verde, em vias mais movimentadas, durante os horários de pico. O maior problema está na demanda de processamento do computador responsável pela distribuição. Segundo os desenvolvedores, em uma cidade de tamanho médio já seria necessário um supercomputador.

Sinalização integrada

A próxima etapa do processo envolve, então, decidir o tempo de cada cor para o próprio semáforo. Dessa forma, com um pequeno e simples chip, cada sinal seria capaz de organizar o tempo de abertura e fechamento por conta própria.

Além disso, seria possível conectar os semáforos para que eles não entrem em conflito, sendo que cada um deles deve possuir um sensor para identificar a intensidade do fluxo de carros em cada momento e transmitir a informação para os outros.

Com este sistema seria possível reduzir o tempo de espera nos congestionamentos de 10 a 30% – reduzindo, dessa forma, o combustível consumido, a emissão de poluentes, o tempo de espera e, não menos importante, o stress dos motoristas.