Eis uma excelente notícia para os brasileiros, que sofrem de um “mal” chamado trânsito: o Isoscope, mapa que mostra até onde você consegue chegar em até 10 minutos e considera o congestionamento local para calcular a rota. A prática é especialmente aplicável em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, em que o transporte público não dá conta da demanda, fazendo com que as pessoas optem por carros, que engarrafam ainda mais as ruas.

O mapa do Isoscope serve exatamente para isso: provar que um destino teoricamente a 10 minutos de distância está, na verdade, a meia hora de você. Ao digitar o nome de sua cidade no site e marcar um ponto no mapa, ele vai mostrar o quão longe você pode ir com o seu veículo em períodos de dois, quatro, seis, oito e até 10 minutos.

Uma das partes mais interessantes do Isoscope é que ele é “inteligente” e possui dois ajustes para ajudar o motorista: uma teia azul-clara vai cobrir o mapa do congestionamento e mostrar exatamente até onde você consegue ir. Se você estiver a pé, por exemplo, a região máxima alcançada fica num tom mais escuro de azul e geralmente é bem menor.

Mapeamento eficiente

Sebastian Kaim, um dos desenvolvedores do Isoscope, falou exatamente sobre esse fator detalhista do site. “Estávamos viciados e não conseguíamos parar de explorar e comparar cidades quando o programa estava rodando como o planejado. É incrível o quanto o Isoscope revela sobre a infraestrutura em geral, auxiliando quem não conhece pessoalmente o lugar. É possível especular sua configuração urbana apenas examinando as teias correspondentes”, explicou o desenvolvedor.

Kaim desenvolveu o Isoscope junto com dois colegas: Flavio Gortana e Martin von Lupin, que estudaram na Universidade de Ciências Aplicadas de Potsdam, na Alemanha. O Nokia HERE fornece os mapas, ao passo que os dados de trânsito têm como base a velocidade máxima permitida nas vias e o histórico do tráfego na região.

Enquanto vivemos num país em que o transporte público é eternamente questionado e deixa a desejar em diversos aspectos, há boas almas por aí, como as desses desenvolvedores, que entregam soluções mais que providenciais para a nossa rotina. Clique aqui para ser redirecionado ao Isoscope. Afinal de contas, mutantes rápidos só existem em X-Men e outras franquias...