Em novembro do ano passado, aconteceram algumas mudanças no Código Brasileiro de Trânsito — principalmente no que toca as punições mais severas. Agora, se você for pego usando o celular enquanto dirige, a multa é de R$ 293,47 e sete pontos na carteira de habilitação. Mesmo assim, o smartphone ainda é a principal causa de distração no trânsito, de acordo com a Folha.

A lei ficou mais severa para chamar a atenção das pessoas

Vale notar que não eram realizadas alterações sobre o uso de celulares há um bom tempo. Na época em que surgiu pela primeira vez uma punição sobre o uso de gadgets, ele não era tão massificado — estamos falando do começo dos anos 2000. Com isso, a infração era apenas média.

Segundo Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran-SP, "a lei ficou mais severa para chamar a atenção das pessoas, mas a principal mensagem que queremos passar é a de que o motorista é quem tem de se conscientizar".

Dados sobre multas

Desde que a nova legislação entrou em novembro de 2016 até fevereiro de 2017, sobre o uso de celulares, as multas aplicadas pela CET em São Paulo caíram em 13% quando comparado ao mesmo período entre 2015 e 2016. No total, foram aplicadas 491.174 multas no ano passado.

Utilize assistentes como Google Assistant e Apple Siri

Maxwell Vieira comentou que "o uso do celular ao volante é uma das causas mais recorrentes de desatenção no trânsito, além de ser um grande causador de acidentes". De acordo com o Infosiga-SP, 94% dos acidentes com mortes nas ruas e estradas são causados por falhas humanas — como imprudência e distração.

Caso você precise utilizar mensageiros enquanto dirige, se lembre de abusar da tecnologia de comandos de voz via assistentes como Google Assistant e Apple Siri.