Substrato com vidro de 0,28 mm

Substrato mais fino e leve (Fonte da imagem: Divulgação/AGC)

A empresa japonesa AGC acaba de anunciar o desenvolvimento e a produção do substrato mais fino do mundo, que vai contribuir para a criação de celulares e tablets mais leves e elegantes. O equipamento mede apenas 0,28 mm, 15% a menos do que o disponível atualmente (que mede cerca de 0,33 mm).

Telas touchscreen são feitas de um material duro (resistante) e preenchidas com uma camada subjacente, recheada de eletrodos. Este vidro é feito de cal sodada, sendo composto principalmente de óxido de sódio e dióxido de silício (sílica).

O material é usado em construções, automóveis e equipamentos eletrônicos, tornando-se uma boa alternativa também para as telas sensíveis ao toque. Ao ser submergido nos elementos químicos, esse vidro torna-se então resistente ao calor e fica mais fácil de processar, não perdendo a cor ao ser exposto aos raios UV.

Esquema de tela touchscreen (Fonte da imagem: Divulgação/AGC)

O float process (processo de flutuação) usado para trabalhar o vidro produz uma superfície altamente uniforme, contando como mais um ponto a favor na hora de criar telas sensíveis ao toque. Dessa forma, ele pode ser usado também nos diversos aparelhos móveis desenvolvidos pelas empresas que desenvolvem tablets e celulares, já que o vidro interno se torna mais leve e fino, permitindo a montagem de dispositivos melhores sem a perda de potência do hardware.

De acordo com a empresa, o novo vidro deve entrar em produção ainda este mês, contribuindo para a receita de mais de 1,2 bilhão de dólares estimada até 2013. A AGC acredita que cerca de 120 milhões de dólares desse total devem ser arrecadados apenas com o novo vidro de cal sodada.  

Cupons de desconto TecMundo: