Cuidado! Aparelhos como o iPad podem ser verdadeiros reservatórios de doenças.

Uma pesquisa conduzida por Peter Collignon, do departamento de doenças infecciosas e microbiologia da Universidade da Austrália, chegou à conclusões que devem preocupar quem está acostumado a testar aparelhos em grandes lojas. Segundo os dados coletados, aparelhos com telas sensíveis ao toque expõe os usuários a um grande risco de contrair doenças perigosas.

Segundo Collignon, o efeito de ter milhares de pessoas testando os mesmos aparelhos é semelhante ao de várias pessoas compartilhando copos e talheres. O especialista completa afirmando que a tela de aparelhos como o iPad e iPhone podem servir como verdadeiros reservatórios de bactérias, podendo armazenar desde uma gripe comum até doenças graves como infecções de pele e vírus resistentes a medicamentos.

No começo deste ano, uma investigação feita pelo jornal New York Daily News mostrou que, dos quatro iPads disponíveis para testes em uma loja da Apple, dois estavam contaminados com agentes nocivos. Um deles continha bactérias do tipo estafilococos, comum em vários tipos de infecções e o outro estava contaminado com uma bactérias relacionadas a doenças de pele.

A solução para o problema é mais simples do que parece, basta higienizar constantemente os dispositivos com uma solução com 70% de álcool para matar as bactérias. Segundo Collignon, quando se trata de dispositivos com tecnologias sensíveis de toque, costumamos esquecer o conselho dado por nossos avós – sempre lavar as mãos antes e depois de pegar em algo de uso público.

Cupons de desconto TecMundo: