(Fonte da imagem: Reprodução/Fujitsu)

Há alguns anos, a tecnologia háptica aparecia como algo futurista demais: trata-se de uma técnica tátil que transporta sensações para uma superfície, como em uma tela sensível a toque, diferenciando objetos exibidos no display. A Fujitsu quer ser uma das primeiras fabricantes a explorar essa novidade – e, durante a MWC 2014, apresentou um protótipo que promete surpreender quem experimentá-lo.

Trata-se de um tablet com uma nova alternativa de tecnologia háptica. Em vez de usar vibrações na tela com a geração de eletricidade estática, ela usa vibrações ultrasônicas para reproduzir as sensações táteis, variando a fricção entre o display e o dedo do usuário. Com isso, é possível reproduzir sensações que eram difíceis de serem conquistadas até agora, como aspereza e suavidade.

A ideia é que você consiga diferenciar a pele de um crocodilo de uma superfície molhada – tudo isso só ao tocar em uma tela touchscreen. Em outro teste, era possível brincar com um instrumento musical japonês, o koto, como se você realmente estivesse passando os dedos pelas cordas do objeto.

Apesar dos avanços, a tecnologia ainda está em fases iniciais de desenvolvimento e pode ser comercializada apenas em 2015 ou 2016.

Cupons de desconto TecMundo: