Apesar de serem uma modernidade, as telas sensíveis ao toque apresentam algumas limitações: quando você bate nelas com a unha ou os nós dos dedos, o aparelho pode não reconhecer o movimento – ou trata tudo da mesma maneira que as pontas dos dedos, normalmente usadas nesse tipo de display.

Mas um grupo de PhDs da Universidade de Carnegie Mellon, em Pittsburgh, nos Estados Unidos, está desenvolvendo um sistema touchscreen chamado FingerSense que diferencia esses três tipos de toques, além de suportar uma variedade de canetas stylus, criando uma plataforma capaz de revolucionar essa tecnologia de interação.

As funcionalidades são diversas. O exemplo mostrado no vídeo, por exemplo, fala de um aplicativo para visualização de fotos. Toques com a ponta dos dedos abririam os retratos, enquanto usar os nós faria com que uma tela de opções surgisse, como se fosse um clique com o botão direito do mouse.

A implantação do reconhecimento em aparelhos novos ou antigos nem seria cara ou difícil. Os cientistas até já abriram uma empresa para vender a tecnologia para desenvolvedoras, a Qeexo, mas o sistema de toques diferenciados não deve ser implantado tão cedo.

Cupons de desconto TecMundo: