Richard Yu, presidente da Huawei, concedeu recentemente uma entrevista ao jornal americano Wall Street Journal em que afirma que não há planos da empresa trabalhar com o sistema operacional Tizen, desenvolvido pela Samsung. O motivo? “Não há chance de ser bem-sucedido”, disse ele.

Segundo o executivo, algumas redes de telefonia chegaram a pedir para que a Huawei desenvolvesse smartphones com o sistema operacional. Entretanto, a empresa já havia tomado sua decisão de abandonar o Tizen, já que havia uma unidade de pesquisa dedicada a ele, mas que acabou sendo desativada.

Windows Phone fora dos planos

A Huawei perdeu dinheiro nos dois anos que comercializou a série W, equipada com Windows Phone, afirmou o presidente. De acordo com ele, foi difícil convencer os clientes a comprar um smartphone com o sistema operacional e é por isso que o SO da Microsoft está descartado, por enquanto.

Yu não citou outros sistemas, como Firefox OS ou Ubuntu Mobile, mas disse à publicação que o Android  é o único sistema com que eles estão trabalhando. Questionado sobre o excesso de confiança na Google, Yu apenas limitou-se a dizer que “não tem escolha”.

Yu afirmou que mantém uma boa colaboração com o Gigante da Internet. Quanto a um sistema próprio, o presidente da Huawei disse que é fácil projetar um sistema operacional, mas o problema é a construção do ecossistema ao seu redor.

...

O TecMundo quer saber: você compraria um smartphone Tizen? Deixe seu comentário.

Cupons de desconto TecMundo: