A Sprint é uma importante operadora móvel dos Estados Unidos e está investindo pesado em outro serviço famoso: o Tidal. O nome pode soar meio distante, mas se trata da plataforma de streaming do rapper Jay Z, que foi lançada antes do Apple Music lá fora e faz bastante sucesso.

Agora, a Sprint anunciou que comprou 33% das ações do serviço de música. Como isso se traduz aos usuários? De acordo com a companhia, isso significa mais conteúdo exclusivo e acesso “ilimitado” (apesar de essa ser a palavra utilizada, os consumidores ainda precisam pagar a assinatura) aos clientes da operadora, algo similar ao que ocorre em algumas parcerias aqui no Brasil.

Tidal

Há um tempo, o Tidal já estava com rumores de ser adquirido por outra empresa, como Samsung, Google ou Spotify (a Apple negou o rumor), mas nada havia sido confirmado até então. Agora, foi anunciado oficialmente que a interessada era a Sprint.

Se você não conhece o Tidal, trata-se de uma plataforma de streaming focada em dois aspectos: exclusividade de conteúdo e qualidade de transmissão (há planos mais caros que oferecem áudios em qualidade bem maior). Será que a novidade será refletida aos usuários do Brasil?

Cupons de desconto TecMundo: