A Tesla é uma empresa completamente dedicada à tecnologia, e nesse quesito ela deixa no chinelo diversas montadoras tradicionais. Isso fica claro tanto na fabricação dos carros da empresa – com qualidade e recursos de babar – como na dedicação em tornar a experiência do consumidor cada vez mais tranquila. A companhia já levou isso um passo adiante ao lançar uma atualização de software que deixou seu Tesla Model S mais rápido, mas isso não se compara ao próximo update, que vai trazer a funcionalidade de piloto automático.

Segundo o CEO da companhia, Elon Musk, a expectativa é de que esse pacote possa ser baixado dentro dos próximos meses, tendo efeito sobre toda a linha Model S. Essa função de direção automática vai poder guiar o veículo de uma cidade a outra, por exemplo, sem que o condutor tenha que sequer encostar no volante ou pedais. Apesar disso, o executivo avisa que o sistema não funciona como nos carros autônomos, sendo necessário que o motorista esteja pronto para tomar controle caso surja uma situação inesperada durante o trajeto.

Isso acontece porque o Model S não tem os sensores exigidos para que o automóvel efetivamente guie sozinho em alguns cenários comuns, como em percursos dentro da cidade, onde pedestres podem surgir a qualquer momento. A recomendação é de que o piloto automático seja usado apenas dentro de propriedades privadas ou nas rodovias – embora muitas estradas norte-americanas ainda proíbam a circulação de carros com o recurso ativado.

Ainda assim, esse modo de direção abre a possibilidade de que no futuro o condutor não precise se preocupar em manobrar ou pegar seu carro no estacionamento, bastante emitir o comando para que ele guie até a sua localização. De acordo com a empresa, o Tesla Model S já é capaz de fazer isso, mas a funcionalidade ainda precisa ser habilitada – provavelmente depois de testes intensivos para garantir a segurança.

Como se isso não fosse o bastante, a atualização também deve incluir uma função que vai deixar mais sossegado quem morre de medo de ver a bateria do motor elétrico descarregar no meio de uma viagem. Um aplicativo no sistema do veículo vai avaliar a posição do Model S, monitorar o nível de energia e, então, bater essas informações com os postos de recarga mais próximos. A ideia é que seja virtualmente impossível o modelo ficar sem “combustível” e deixe o proprietário na mão, garantindo a autonomia. 

Cupons de desconto TecMundo: