Chris Lattner é um ex-engenheiro da Apple, empresa na qual trabalhou durante 11 anos e ajudou a criar o Swift, uma linguagem de programação bastante utilizada no iOS e no macOS.

Há até poucos dias, no entanto, ele também era o vice-presidente da área responsável pelo software Autopilot da Tesla – isso porque, pouco menos de seis meses depois de ser contratado para a empresa de Elon Musk, ele saiu.

É a terceira perda de um funcionário-chave para a companhia. A explicação de Lattner, feita através de sua conta no Twitter, é que a Tesla “não encaixou bem” com ele e que agora ele está buscando novas oportunidades.

O engenheiro é mais um na lista de perdas que a Tesla sofreu nos últimos meses: David Nistér, ex-Microsoft e também executivo da área responsável pelo Autopilot, saiu da companhia depois de dois anos para ir trabalhar na NVIDIA.

Já Lattner veio para a fabricante de carros elétricos para substituir o então Diretor do Autopilot Sterling Anderson, que foi processado sob a acusação de roubar informações confidenciais da Tesla, mas o caso foi anulado pouco tempo depois, quando ele já havia criado uma nova start-up especializada em software e sensores para veículos autônomos.

Parece que trabalhar para Elon Musk não é para os fracos.

Cupons de desconto TecMundo: