Em junho, a Samsung anunciou a sua nova linha de TVs SUHD, que trariam, como grande novidade, o serviço Gamefly, um recurso que realiza streaming de jogos diretamente do aparelho. A convite da empresa, tivemos a oportunidade de testar com mais calma e tranquilidade essa funcionalidade, que rodou no modelo SUHD UN78JS9500GXZD, de 78 polegadas, e é a única disponível oficialmente no Brasil.

O intuito da novidade é suprir a falta de um console na sua sala de estar com uma solução simples, que depende apenas de internet. Contudo, sabemos que as tentativas passadas, como o OnLive, não deram certo por aqui. Seria esse o primeiro acerto no assunto de transmissão de games no país?

Qualidade surpreendentemente positiva

Certamente, afirmar que a experiência é a mesma que a de um console é algo muito ambicioso de se dizer. O Gamefly traz em seu catálogo uma série de títulos da geração passada, como Batman Arkham Origins, Alan Wake, LEGO DC Super Heroes, Darksiders, Grid 2 e muitos outros. Apesar de não disporem do primor técnico da atual leva de video games, eles ainda assim contam com bons gráficos.

A primeira questão que surgiu foi: será que a TV consegue processar todos os dados recebidos e oferecer uma boa responsividade nos comandos? Afinal, lag é a maior preocupação. Surpreendentemente, o serviço ofereceu uma jogabilidade muito sólida e precisa. Em termos de controles, em momento algum sentimos que estávamos utilizando uma plataforma de streaming.

O que denuncia que se trata de uma transmissão é a compressão e resolução da imagem. Se você tiver uma conexão de 8 MB, você pode rodar jogos em 720p. Caso disponha apenas de 4 MB de conexão, o conteúdo será exibido em 480p. Assim como no Netflix, essa resolução pode variar durante a experiência para se ajustar à velocidade de transmissão de dados do momento.

A grande surpresa ficou para games que exigem alta responsividade de comandos, como Grid 2, do gênero corrida. Foi muito agradável a experiência de pilotar em circuitos virtuais através do Gamefly, que não demonstrou nenhum tipo de problema durante os nossos testes. De acordo com a Samsung, esse nível de qualidade é resultado de ter servidores localizados no Brasil.

Algumas limitações

Os jogos provavelmente rodam em suas versões de computadores, pois as configurações de vídeo ficam bloqueadas para evitar uma combinação que exija um tráfego de informações ainda maior – os gráficos ficam com um nível um pouco inferior que os do Xbox 360 ou do PS3. É possível jogar títulos que contam com coop offline, a exemplo de LEGO, mas não há nenhum modo multiplayer online por enquanto.

E como jogar? As TVs Samsung são compatíveis apenas com uma seleção de joysticks no momento, sendo que grande parte deles é da Logitech. A funcionalidade aceita também o modelo do controle com fio do Xbox 360. Contudo, não há nenhuma opção wireless por enquanto.

Alguns tropeços ou instabilidade da internet?

Durante a nossa experiência, notamos alguns problemas na jogatina. O som de todos os jogos estava atrasado – alguns games sofriam mais que outros – e, eventualmente, algumas obras mais pesadas, como Batman Arkham Origins, tiveram pequenas quedas de frames ou problema de transmissão de dados.

No final das contas, é muito difícil avaliar esses obstáculos. Seria a internet do local que estava ruim? Todos os títulos sofrem com delay sonoro? A queda de quadros e a responsividade baixa do jogo do herói da DC foram ocasionadas pela conexão ruim ou por empecilhos técnicos do próprio Gamefly? São perguntas difíceis de se responder em um ambiente fechado e com a conexão de internet instável que o Brasil tem, infelizmente.

Além disso, todos os jogos estavam em inglês. É estranho que títulos disponíveis em português no computador e até mesmo nos consoles estivessem em uma língua estrangeira. Certamente, não é algo grave, mas isso poderia ter uma atenção maior no futuro.

Preços bem acessíveis

Assim como no Netflix, esse serviço da Samsung em parceria com a Gamefly não sai de graça. Contudo, não se preocupe, pois não é necessário desembolsar nenhuma dinheirama. A plataforma utiliza um sistema de assinatura, com diversos pacotes que combinam títulos variados, mas nenhum deles ultrapassa o valor de R$ 30 por mês.

A biblioteca completa do Gamefly conta com quase 50 jogos e ainda há mais por vir. Os valores são razoáveis pela quantidade de obras disponíveis e pode ser uma economia para quem não quer comprar um console da geração passada e alimentá-lo com diversos games.

Netflix de jogos: algo promissor para o futuro?

No final das contas, o Gamefly é uma boa opção? A resposta depende muito do que você procura. Se você quer um console dedicado – principalmente de nova geração –, não vai ficar satisfeito. Não que o serviço seja ruim, mas a quantidade e qualidade de conteúdo não vai suprir a ansiedade de um gamer hardcore que busca o que há de melhor no mercado.

Caso você seja um jogador casual ou se só quiser uma opção de entretenimento para agradar as crianças da casa, o serviço se torna mais atraente, principalmente a curto prazo. A assinatura é bem acessível e o catálogo de games supre a diversão procurada por pessoas que não se importam muito com primor técnico ou com últimos lançamentos.

Por se tratar de uma plataforma que virá integrada com diversos modelos de TV da Samsung, desde aparelhos de 32 polegadas aos monstruosos dispositivos de 85 polegadas, talvez valha a pena dar uma olhada e avaliar se ele atende às suas necessidades. Caso você opte por gráficos de ponta e lançamentos do momento, não tenha dúvidas: um Xbox One ou PlayStation 4 são opções bem melhores.

O que você acha de assinar serviços de streaming de jogos no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo

O Gamefly deu um excelente pontapé inicial no Brasil e provou que pode ser uma excelente alternativa para quem não quer gastar muito. Além disso, a plataforma é atualizável em aparelhos da Samsung de 2014 para cá. Se no futuro o serviço oferecer títulos cada vez mais recentes, com qualidade maior e com mais recursos, tal qual o modo multiplayer online, então consagrará um nome que vamos escutar bastante daqui para frente.

Cupons de desconto TecMundo: