Como esperado, o segmento de TVs está tendo um destaque enorme na CES deste ano. Vimos uma grande variedade de notícias sobre as tecnologias nas novas televisões, como o 4K, o 8K e o HDR. Este último item foi colocado em pauta pela Sony, Samsung, Panasonic e LG durante o evento, que estão decidindo se ele será um elemento padrão das TVs Ultra HD.

High Dynamic Range (HDR) é uma tecnologia que exibe imagens e vídeos com uma coloração mais vívida e nítida. Muito foi discutido sobre ela durante a CES 2015, mas o que poucos sabem é que a Dolby já tinha apresentado a mesma “novidade” no ano passado, intitulada Dolby Vision.

Liderando as inovações, mas sem adesão das produtoras

Investimento de longo prazo é o que definiria melhor a estratégia da Dolby. A empresa tem como foco de investimento a pós-produção e a criação de ambientes padronizados desde o cinema até a sala de estar. Para isso, ela fez parcerias que vão de produtoras de filmes às reprodutoras de vídeos sob demanda, tudo para que qualidade da gravação original seja a mesma em Blu-rays, canais de televisão ou streams.

Mas, aparentemente, as produtoras dos aparelhos de TV estão evitando o Dolby Vision para utilizar tecnologias mais simples, tudo para não pagar a licença comercial para a empresa. Contudo, nessa história, quem sai perdendo é o consumidor. Por quê? Simples: ao aderir às tecnologias menos avançadas, as produtoras têm margem para criar produtos melhores em alguns anos, forçando o consumidor a trocar seu aparelho.

A Dolby é vanguarda em termos de som e imagem para as telas de cinema, com lucro baseado em licenciar a mesma tecnologia para outras empresas. Felizmente, isso é algo que em grande maioria se reflete no consumidor. Entretanto, quando as empresas de TV não aderem às tecnologias de ponta de longo prazo da Dolby, ficamos sem a qualidade original de muito conteúdo.

O que nos resta agora é esperar que Sony, LG, Samsung e muitas outras produtoras se tornem parceiras da Dolby, como grande parte das companhias do ramo. Só não vale esperar pela próxima inovação e copiá-la depois.

Cupons de desconto TecMundo: