A TV digital de alta resolução ainda está em expansão no Brasil, mas já existem técnicas desenvolvidas para transmitir conteúdo em 8K, uma resolução 16 vezes maior que o tradicional Full HD que já conhecemos. Apesar de ser uma realidade bem distante da TV brasileira, o congresso SetExpo realizado em São Paulo reuniu empresas, executivos e entusiastas da tecnologia de TV para discutir e conferir uma demonstração da transmissão em 8K.

Basicamente, testes com a TV 8K estão sendo feitos somente no Japão até agora. Isso é fruto de uma parceria entre a Sony e a NHK, a maior emissora de TV japonesa. Entretanto, durante a Copa do Mundo deste ano, alguns experimentos foram feitos no Brasil com a tecnologia. Em 2020, a NHK pretende transmitir as Olimpíadas completamente em 8K.

Santo Graal

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o presidente da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão), Olímpio José Franco, comentou que no Brasil isso ainda é um sonho — é o “Santo Graal” da TV, o objetivo a ser alcançado. Isso porque, como as emissoras nacionais ainda estão investindo na modernização dos equipamentos para a transmissão digital, é bem provável que a chegada do 8K demore um bocado. É possível inclusive que o 4K seja “pulado”, já que passar por esse passo só geraria custos adicionais.

Mesmo assim, é interessante ter uma perspectiva de que o Japão não é parâmetro em tecnologia de TV para qualquer outro lugar no mundo. Eles estão o tempo todo desenvolvendo uma forma de melhorar suas TVs e seus transmissores — tanto que nos EUA, o maior mercado e o maior produtor de TV atualmente, nem mesmo o 4K está em uso.

Panasonic também já tem produtos 8K

Os norte-americanos que compram uma TV 4K precisam adquirir ainda adaptadores para escalar a resolução HD e Full HD da transmissão tradicional. Fora isso, baixar conteúdo nessa resolução ou assistir via Netflix e outros serviços é outra opção para quem tem um aparelho desse tipo.

Mesmo com a baixa perspectiva de evolução tecnológica da TV no Brasil para os próximos anos, Franco diz acreditar que o setor está aquecido. Somente no primeiro semestre deste ano, quase 8 milhões de televisores foram vendidos no país. Isso é 25% a mais que no mesmo período de 2013. O presidente da SET atribui esse sucesso a eventos como a Copa, a iminência das Olimpíadas e também as eleições deste ano.

Cupons de desconto TecMundo: