Se você for parar para pensar, é bastante possível que as televisões inteligentes sejam hackeadas pelo simples fato de que elas estão conectadas à internet. Contudo, um time de pesquisadores da Universidade Columbia descobriu que esses aparelhos estão sujeitos a um novo tipo de ataque que não segue os meios convencionais, por assim dizer.

Essa novidade está sendo chamada de Red Button (“Botão Vermelho”, em tradução literal), sendo que os ataques acontecem através de canais digitais comprometidos. Ao acessar um canal deste tipo, a pessoa mal intencionada acaba “seqüestrando” o seu aparelho, em um processo de trabalho que acontece em segundo plano.

Com isso, caso você acesse lojas através da sua Smart TV ou utilize dados pessoais importantes através dela, a pessoa por trás do golpe pode roubá-los — e isso tem o potencial de gerar graves problemas para você e outras pessoas. No entanto, se você não utiliza o aparelho para assistir canais digitais, você está bem seguro.

Algo difícil de ser combatido...

O problema do Red Button é que os atacantes não precisam necessariamente se conectar a internet, de modo que eles não deixam rastros de IP ou DNS, dificultando a atuação das autoridades para conter os ataques e responsabilizar os responsáveis por eles. Uma alternativa seria rastrear o sinal dos canais, mas esse trabalho leva tempo, dando chance para que os culpados escapem.

Por enquanto, como forma de prevenção, é indicado que você fique atento a alguma oscilação no consumo de internet, interrompa o acesso a transmissão de conteúdo através da internet ou programe para que sejam enviados avisos na abertura de aplicativos — isso pode sinalizar qualquer ação que esteja ocorrendo em segundo plano.

Apesar de tudo isso, esses ataques ainda não chegaram a América do Norte e necessitam de amplificadores de sinal, o que restringe a quantidade de hackers dispostos a executá-lo.

Cupons de desconto TecMundo: