(Fonte da imagem: iStock)

O governo formalizou hoje o adiamento no prazo de validade do sinal de TV analógica no Brasil. Inicialmente previsto para ser desativado em junho de 2016, agora as emissoras têm até dezembro de 2018 para se transformarem em completamente digitais e abandonarem o velho método de transmissão.

A ideia do Ministério das Comunicações é que o sinal não acabe de uma hora para a outra, e sim, vá sendo desligado aos poucos. Por isso, um calendário de finalização será formulado pelo governo e entrará em vigor a partir de janeiro de 2015, com o fim gradual das emissões de sinal.

Quem ainda quiser inaugurar serviços baseados no sinal analógico tem apenas até 31 de agosto para formalizar o pedido. Após o fim de sua operação, todas as faixas voltarão ao controle do governo federal e devem ser usadas para implantação da internet 4G e outros serviços de comunicação.

Mas e a minha Telefunken velha, como fica?

(Fonte da imagem: iStock)

Quem ainda possui televisores antigos em casa deverá se adequar ao novo método de transmissão. Mas isso deverá ser simples já que o governo pretende gastar até R$ 4 bilhões em subsídios para famílias pobres que não têm condições para adquirir um conversor de TV digital.

De acordo com dados oficiais, existem 59,4 milhões de residências com televisão no Brasil. E desse total, 39,4 milhões ainda dependem unicamente do sinal analógico, sem nenhum tipo de dispositivo para receber o sinal digital. É esse um dos grandes motivos do adiamento: dar mais tempo para que as pessoas entendam o que está acontecendo e comprem seus aparelhinhos de decodificação (ou troquem de televisor).

Cupons de desconto TecMundo: