Antigo modelo de RPTV comercializado pela Mitsubishi (Fonte da imagem: Reprodução/HomeTheater)

A Mitsubishi não vai mais produzir os televisores RPTV (Rear-projection television, ou “televisor de projeção traseira”, em tradução livre), de acordo com um memorando obtido pelo site de notícias CEPRO. Esse tipo de televisão tinha sempre telas enormes e contava com uma espécie de projetor para exibir as imagens.

A Mitsubishi era a única do mercado que ainda produzia esse tipo de televisão. Logo, as RPTVs deixarão de existir, marcando o fim de uma era. A companhia apostou todas as suas fichas neste tipo de TV no ano passado, cessando até mesmo sua produção de televisões LCD completamente, mesmo sabendo que as outras fabricantes já haviam abandonado a tecnologia.

Ascensão e queda

A Sony deixou o mercado de RPTV já em 2007 e a Samsung lançou a última televisão do tipo em 2008. Em uma carta para os centros de serviço autorizado da Mitsubishi, o executivo Junichi Nose anunciou a reestruturação da empresa e disse que agora a fabricante vai se concentrar nas suas outras linhas de produtos, e isso inclui projetores e impressoras.

As RPTVs começaram a ser comercializadas na década de 70. Os aparelhos se tornaram muito populares no início dos anos 2000, mas começaram a ficar para trás com o barateamento das telas de LCD. A desaceleração da economia americana garantiu uma sobrevida a esse modelo de televisão (já que elas eram mais baratas que as HDTVs). Mas, com a redução dos preços das telas LCD, já não havia mais como a Mitsubishi continuar sustentando o negócio.

Cupons de desconto TecMundo: