(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Embora tenha descontinuado a produção em larga escala de televisores OLED em janeiro deste ano, a Sony parece determinada a voltar para esse mercado em breve. Segundo uma reportagem publicada pelo site ET News, a empresa enviou engenheiros às fábricas da AU Optronics (AUO) em Taiwan, com o objetivo de colaborar para o desenvolvimento comercial de novas TVs baseadas na tecnologia.

Os produtos resultantes da nova parceria estão sendo desenvolvidos na fábrica de sexta geração da AUO, local em que são produzidos displays de tamanho médio. A expectativa é que as companhias expandam seus planos para incluir telas de grandes dimensões, processo que também deve usar a fábrica de oitava geração da empresa taiwanesa.

Segundo Chung Yoon-sung, membro do grupo DisplaySearch Korea, a decisão da Sony foi tomada após a Samsung e LG terem relegado a empresa ao terceiro lugar no mercado de televisores domésticos. Uma mudança de foco para o OLED parece fazer parte do plano de reestruturação interna da companhia, que pretende focar esforços no desenvolvimento de produtos considerados “premium”.

Fim da parceria com a Sharp

A Sony anunciou nesta quarta-feira (28 de março) que não vai mais realizar qualquer investimento na Sharp Display Products Corporation (SDP), empresa criada em conjunto com a Sharp para a produção de telas LCD. A decisão foi tomada após a Foxconn anunciar que vai adquirir 46,5% do negócio.

O contrato que estabeleceu a parceria estipulava que a empresa de Kazuo Hirai poderia vender sua participação de 7% para a Sharp caso uma terceira companhia entrasse no negócio. A decisão definitiva da organização deve ser anunciada em setembro, porém há poucas chances de que ela permaneça como membro da iniciativa.

Cupons de desconto TecMundo: