O WhatsApp alterou hoje os termos e políticas de privacidade do aplicativo — você pode saber mais detalhes aqui. A mudança acontece para o Facebook, que é dono do app, utilizar os dados de usuários para vender anúncios customizados dentro da rede social. Muitos usuários não gostaram da mudança e, agora, o principal concorrente está partindo para o ataque.

Por meio de um tweet, o Telegram disse o seguinte: "ao contrário de outros serviços, quando dizemos que não compartilhamos os seus dados com terceiros, nós realmente estamos falando sério". A menção ao WhatsApp fica mais clara ao clicar no link divulgado, que mostra uma matéria comentando a questão.

A notícia da junção de dados entre WhatsApp e Facebook levantou uma questão nebulosa: como o Facebook vai mostrar propagandas relevantes se ele não tem acesso aos chats do WhatsApp, que estão criptografados? É nisso que o Telegram deve focar agora.

Telegram tweeta

Tanto WhatsApp quanto Telegram prometem criptografia de ponta-a-ponta. Normalmente, os embates entre a qualidade dos aplicativos ficam neste âmbito. O app russo sempre comentou que era mais seguro que o app norte-americano e, agora, o Telegram vai ter bastante conteúdo para atacar o WhatsApp.

Para ficar ligado nas futuras declarações da equipe do Telegram, acompanhe esta página.

Cupons de desconto TecMundo: