No ramo de telecomunicações, há muitos boatos recorrentes a respeito de compra, venda e fusão de operadoras. Dessa vez, Marco Patuano, o presidente da Telecom Italia – que é a responsável pela TIM Participações no Brasil –, disse que uma eventual junção com a Oi dependerá do marco regulatório da telefonia fixa no Brasil.

Durante um evento do ramo, o executivo negou que a TIM já esteja negociando uma fusão com a Oi. De acordo com Patuano, firmar acordos com a outra operadora só poderá ser discutindo quando a as regras de comunicação fixa for atualizada, algo que é esperado para 2016.

O presidente da Telecom Italia disse que é necessária uma quantidade monetária muito grande para investir nesse ramo. Portanto, gastar tanto dinheiro em algo que passará por mudanças pode não ser uma boa ideia. Em outras palavras, é delicado investir bilhões em um modelo que tem diversas incertezas.

Investimentos a longo prazo no Brasil

“Não há problema que não se pode enfrentar. Podemos ver pelo outro lado, o real está barato para investidores em euro”, afirmou Patuano. Apesar da crise econômica e política do Brasil, o executivo disse que a TIM não deixará de investir no país.

Você acha que uma fusão da TIM com a Oi traria mais vantagens ao consumidor? Comente no Fórum do TecMundo

Em outras palavras, a empresa investe a longo prazo e não vai deixar de aprimorar as suas operações em terras tupiniquins por conta de um cenário macroeconômico ruim e passageiro.

Cupons de desconto TecMundo: