(Fonte da imagem: Reprodução/Anatel)

Além de fiscalizar e aplicar multas às operadoras de telefonia que descumprem regras e deixam de fornecer serviços de forma adequada, a Anatel tem que lutar na justiça para que empresas paguem os valores que devem. Na última quarta-feira (31 de julho), a agência rejeitou pela segunda vez uma tentativa da Telefônica de reverter uma multa de R$ 44,89 milhões aplicada em julho de 2012.

Na época, a companhia havia sido punida por descumprir os indicadores de qualidade dos serviços de telefonia fixa oferecidos por ela. O Conselho da Agência Nacional de Telecomunicações já havia negado um recurso relacionado ao mesmo processo em abril deste ano e agora volta a desconsiderar o apelo da empresa.

A Anatel também negou pedidos de reconsideração feitos pela Telemar Norte Leste (pertencente ao grupo Oi) relacionados a multas aplicadas em março de 2010 (US$ 7,291 milhões) e julho de 2012 (R$ 970 mil). Em ambas as ocasiões, a empresa foi punida por não ter cumprido normas relativas à manutenção de telefones públicos e à interrupção de serviços.

Cupons de desconto TecMundo: