Brasil figura entre os mercados mais movimentados para a telefonia. (Fonte da imagem: Reprodução/JáComprou)

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) publicou na última semana um estudo que classificou o consumidor brasileiro como o 10° que mais gasta com telefonia celular no mudo. Os dados analisados se referem ao ano de 2011 e mostram também que as operadoras brasileiras estão entre as companhias que mais arrecadam no planeta.

Segundo o relatório, os brasileiros comprometem, em média, 7,3% da sua renda mensal com telefonia celular. Já analisando os números referentes aos gastos com ligações destinadas a telefones fixos, cada um de nós gasta de 2,9% da renda com esse tipo de comunicação, o que coloca o país em 42° no ranking. No quesito gastos com banda larga, o Brasil fica em 86° na lista.

Falando à Folha de S. Paulo, o representante do sindicato das operadoras de telefonia, Eduardo Levy, disse que os consumidores do país pagam muito pelos serviços de telecomunicação por conta da carga tributária, que chega a 43% do preço final do que é cobrado.

Além do mais, os baixos rendimentos de redes celular instaladas em locais mais remotos puxam os preços para cima. Entretanto, devido ao alto número de linhas ativas no país — 275 milhões de acessos móveis e 80 milhões de assinantes de internet — as operadoras acabam faturando alto. De acordo com a UIT, a arrecadação geral das companhias no país chegou a US$ 78 bilhões, cifra menor apenas que as dos EUA, Japão e China.

Fonte: Folha de S. Paulo

Cupons de desconto TecMundo: