Professor responsável pelo projeto e aluno exibem a nova tecnologia

Fonte: site oficial da Universidade de Cincinnati

Depois de sete anos de estudo em busca de uma tecnologia aprimorada, a Univerisade de  Cincinnati finalmente encontrou uma solução para as atuais telas. Baseada na já conhecida “e-ink”, a nova tela deve ser introduzida em breve em alguns dispositivos e permitirá um avanço significativo.

Segundo o site oficial, os testes finalmente resultaram em algo concreto, e a nova tecnologia possibilitará execução de vídeos e cores em telas de leitores digitais. A tecnologia conta com a ajuda da luz ambiente, e assim consome pouquíssima energia.

O professor Jason Heikenfeld, responsável pelo projeto, afima que a patente da invenção ainda está pendente, mas que assim que tudo estiver devidamente regulamentado, a produção será possível até mesmo em fábricas que contam com a tecnologia atual. O desenvolvimento do produto em larga escala não requisitará novos equipamentos, relata o site da Universidade.

Pequenos protótipos já estão prontos

Fonte: site oficial da Universidade de Cincinnati

A nova tecnologia deve funcionar através de eletrodos que, quando atingidos pela luz, refletem o conteúdo da tela diretamente no olho do utilizador. Acontece que o olho humano é enganado e o cérebro entende que a imagem que estamos vendo possui brilho excessivo, permitindo a reprodução de imagens com cores, vídeos e textos.

Cupons de desconto TecMundo: