(Fonte da imagem: Reprodução/Fareastgizmos)

Uma das vantagens de se comprar um eReader é o fato de que ele conta com uma bateria que pode durar por vários dias, de maneira que você tem a oportunidade de ler diversos livros sem interrupção por falta de energia. Uma das características que permite que isso aconteça são as telas e-ink, que consomem pouca energia.

Pensando nisso, a empresa Japan Display pensou em levar esta qualidade para as telas LCD. Contudo, os eReaders somente geram imagens em preto e branco, já que mostram apenas as páginas de livros. Sendo assim, a companhia também se preocupou em entregar um produto que trabalhasse em cores e pudesse ser utilizado em diferentes dispositivos, como smartphones ou relógios inteligentes.

Apropriando-se do que é bom

Desses esforços surgiu um novo tipo de display LCD de baixo desempenho. Para que isso pudesse existir, a Japan Display criou uma nova camada com alta taxa de reflexão para as suas telas, dispensando a utilização de um fundo de luz — característica essa responsável por consumir cerca de 80% da energia utilizada por telas convencionais.

A empresa também utilizou o sistema de Memória em Pixel (ou MIP, na sigla em inglês). Em uma descrição breve, essa tecnologia utiliza cada pixel para guardar um pouco de informação, por assim dizer. Por conta disso, o novo produto pode reproduzir imagens estáticas sem precisar de mais energia para ficar renovando o que é mostrado.

Barato e com lançamento em breve

Além de tudo isso, a Japan Display utilizou tecnologia que já é conhecida e produzida, de maneira que as telas devem contar com um valor de mercado relativamente baixo, indo no sentido contrário de outras empresas que trabalharam de forma parecida — um exemplo seria a tela Mirasol, da Qualcomm.

De acordo com as informações divulgadas, a nova tela LCD já está sendo produzida em massa e deve chegar em um futuro bastante próximo ao mercado, sendo utilizada em dispositivos eletrônicos variados.

Cupons de desconto TecMundo: