(Fonte da imagem: Reprodução/Universidade de Michigan)
Cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, parecem ter encontrado um caminho para a criação de telas coloridas para e-readers. Um grupo liderado pelo professor Jay Guo criou um protótipo a partir de “ranhuras refinadas do tamanho de um fio de cabelo” extraídas de penas de pavão.

O material serviu de base para a criação de um template, que originou um protótipo de tela capaz de reproduzir imagens de alta resolução. As pequenas fibras da pena do pavão foram combinadas com linhas metálicas nanométricas dispostas sobre uma placa de vidro folheada a prata.

A base do experimento foi o esquema de cores CMY (ciano, magenta e amarelo), e ele foi capaz de produzir imagens azuis com medidas de 170x40 nanômetros, vermelhas de 170x60 nanômetros e amarelas de 170x90 nanômetros. De acordo com o Engadget, todos os resultados foram capazes de refletir luz solar e podiam ser visualizados de qualquer ângulo.

Por enquanto, apenas imagens estáticas puderam ser reproduzidas no protótipo que usa as penas do pavão, mas a equipe do professor Guo espera aprimorar o experimento para torná-lo capaz de reproduzir imagens em movimento em breve.

Cupons de desconto TecMundo: