(Fonte da imagem: Reprodução/NIkkei Tech-On)

Em novembro, foi anunciada a união de Toshiba, Sony e Hitachi – três gigantes da tecnologia japonesa – para a produção de telas LCD mais baratas. Agora, a joint venture chamada Japan Display (que conta também com a INCJ, com capital estatal) anunciou que já começou a produzir suas primeiras telas e que em breve deve começar a distribuí-las para as montadoras de eletrônicos.

Mesmo depois de um corte de 1.400 pessoas, ainda são 6.200 funcionários trabalhando nas fábricas da Japan Display. Isso deve ser o suficiente para que em alguns meses os planos de produção de 600 mil telas por mês sejam alcançados. Segundo o site Nikkei Tech-On, o presidente da Japan Display afirmou que pretende transformar o negócio em um líder global.

Também foi anunciado o modo de divisão operacional das fábricas. Serão sete divisões ao todo, sendo elas: Pesquisa e desenvolvimento, Negócios móveis, Automotivos, Vendas, Produção, Aquisições e Garantia de qualidade. Atualmente, a Japan Display possui 2,8 bilhões de dólares em caixa, sendo que os investimentos são divididos em: 10% Sony, 10% Hitachi, 10% Toshiba e 70% INCJ.

Cupons de desconto TecMundo: