(Fonte da imagem: Reprodução/Forth Dimension Displays)

A tela Retina tem sido amplamente elogiada por entusiastas de tecnologia desde que foi empregada no iPhone 4. Quando o display foi revelado também no novo iPad, a expectativa era de que o gadget ofereceria grandes avanços visuais – como ficou comprovado em algumas imagens publicadas na semana passada.

Embora não tenha sido o único recurso a impulsionar as vendas da terceira geração do tablet, com certeza a tela Retina ajudou o dispositivo a bater o recorde de ordens de compra da empresa em um final de semana, como anunciado pelo CEO da Apple, Tim Cook (citado pela publicação do site The Verge).

Contudo, está surgindo uma tecnologia chamada Forth Dimension Displays que pretende desbancar o display do novo iPad. Conforme o Ars Technica, esse componente é capaz de reproduzir a mesma resolução que a mais recente edição do tablet da Maçã (2048x1526 pixels) em uma tela com menos de uma polegada.

A tecnologia deve ser utilizada para o desenvolvimento de aparelhos que fiquem muito próximos dos nossos olhos – oferecendo uma utilidade prática para a exibição de tantos pixels em um espaço tão pequeno –, como óculos de realidade virtual. Esses dispositivos podem proporcionar experiências mais imersivas, principalmente para jogos.

A expectativa dos responsáveis pela Forth Dimension Displays é que até o ano que vem já existam acessórios para games no mercado dotados com essas telas. A princípio, o custo de produção desses equipamentos é alto: entre US$ 1,5 mil (R$ 2,7 mil) e US$ 2 mil (R$ 3,6 mil) – valores que devem ser baixados com a adoção da tecnologia por mais empresas.

Cupons de desconto TecMundo: