(Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

A NVIDIA já havia alardeado há algum tempo: o processador Tegra 4 seria capaz de bater mesmo o mais rápido dos Snapdragons, da concorrente Qualcomm — segundo resultado revelados por testes da própria companhia. Bem, agora a coisa se tornou um tanto mais “imparcial”.

A publicação Microprocessor Report — dirigida a profissionais diretamente ligados ao desenvolvimento de microprocessadores — confirmou recentemente a superioridade irrestrita do Tegra 4. O processador foi considerado o chip mais rápido construído com base na arquitetura ARM.

Snapdragon 800 também deve comer poeira

“Essa performance [garantida pelo Tegra 4] tem como foco os novos processadores Snapdragon”, afirmou Kevin Krewell, analista da Linley Group e proprietário da Microprocessor Report. “A NVIDIA ofereceu uma ampla gama de resultados que mostram claramente o Tegra 4 superando o APQ8064 e (a julgar pelas nossas estimativas) também o vindouro Snapdragon 800.”

Com 2,3 GHz de processamento e outras melhorias, Krewell ainda prevê uma perda de terreno para a série 800 dos chips Snapdragon. “Baseado nessas estimativas, mesmo o melhor processador da Qualcomm — que deve entrar no mercado juntamente com o Tegra 4 — não poderia superar a NVIDIA nos testes.”

Qualcomm ainda pode levar vantagem nos smartphones

Apesar do respeitável poder de fogo do novo Tegra 4, Krewell destaca que os Snapdragons ainda podem levar alguma vantagem, sobretudo quando se trata de aparelhos menores — os quais nem sempre são projetados para extrair o máximo do processador.

“Esses resultados parecem ter tomado a Qualcoom de surpresa, expondo algumas deficiências nos subsistemas de memória dos processadores baseados na arquitetura Krait”, diz o analista. “De qualquer forma, a Qualcoom projetou a sua CPU [Unidade Central de Processamento, na sigla em inglês] para obter eficiência energética, enquanto que o Tegra 4 se concentra em oferecer o máximo de potência.”

(Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

Trocando em miúdos, enquanto a NVIDIAdeve levar vantagem em aparelhos maiores, como tablets, os Snapdragons ainda podem permanecer como a melhor escolha para aparelhos em que a economia de energia seja um fator central. Resta agora saber quando ambos os chips finalmente integrarão as linhas de produção ao redor do globo.

Cupons de desconto TecMundo: