Se uma tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Rice University chegar ao mercado, usar filmes especiais ou mesmo tintas especiais para mudar a cor de sua janela vai ser coisa do passado. Isso porque a equipe teria descoberto uma maneira de alterar a cor de vidros com a ajuda de uma simples descarga elétrica, o que permitiria a você mudar a cor de suas janelas quando desejasse.

O segredo, segundo o artigo publicado por eles, estaria em algo já feito em muitos vitrais antigos, que era adicionar metais preciosos à “mistura” de vidro. A ideia, com isso, é colocar nanopartículas de ouro e prata nas janelas, que conduzem a eletricidade e mudam as ligações químicas entre o material: dessa forma, uma corrente poderia mudar um vidro comum para a cor azul, enquanto inverter a corrente o alteraria para vermelho.

Limitado, mas barato

É importante dizer, porém, que essa tecnologia vem com certas limitações. Uma vez que o tipo de material presente no vidro define qual cor é refletida e qual passa pelo material, você poderá só definir dois tons diferentes. Nanopartículas de ouro, por exemplo, absorvem o amarelo e o azul, deixando apenas o vermelho passar, enquanto nanopartículas de prata deixam apenas o amarelo passar; e isso ainda muda de acordo com o tamanho das partículas.

Em compensação, a tecnologia desenvolvida por eles é extremamente acessível, uma vez que a quantidade de metais preciosos necessária para os efeitos é realmente pequena (não falamos que são nanopartículas à toa, afinal). Logo, adicionar janelas coloridas à sua casa não deve ser muito mais caro do que colocar um vidro comum.

Apenas não tenha esperanças de ver vidros coloridos como esses chegando às lojas tão cedo, uma vez que a equipe ainda está desenvolvendo essa tecnologia.

O que você espera da tecnologia presente nos vidros do futuro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: