A empresa japonesa Central Japan Railway Co. anunciou ontem (16) que conseguiu bater um recorde de velocidade que estava estagnado há 12 anos. Um dos seus trens de levitação magnética (Maglev) conseguiu acelerar até a impressionante velocidade de 590 km/h.

No teste, em que 29 técnicos da empresa participaram, tudo ocorreu corretamente e se espera que a tecnologia e a velocidade elevada estejam disponíveis em uma linha comercial em 2027. Segundo informações do jornal The Wall Street Journal, é possível que o recorde seja novamente batido, pois há outro teste agendado para a próxima terça-feira (21) e, em teoria, o trem poderia atingir até 600 km/h.

A desenvolvedora do veículo afirmou que, quando o projeto estiver pronto, o trem será capaz de executar a viagem de Tokyo a Nagoya em velocidade máxima. Nos trens disponíveis atualmente, o percurso demora uma hora e meia, mas o novo bólido magnético será capaz de executar o trajeto em apenas 40 minutos.

Embora tudo esteja sendo desenvolvido no Japão, a JR Central está de olho em exportar a tecnologia para outros países. De fato, a companhia já ofereceu cobrir parte dos custos para criar uma linha nos Estados Unidos que conecte as cidades de New York e Washington.

Cupons de desconto TecMundo: