Apesar de ter usado um smartphone para exemplificar os recursos oferecidos pelo Project Tango, a Google também está planejando usar suas novas tecnologias na criação de tablets. Segundo o Wall Street Journal, a empresa pretende produzir 4 mil unidades Beta do produto, que serão distribuídas a desenvolvedores credenciados.

A publicação afirma que o novo produto deve apresentar uma tela de 7 polegadas e uma série de câmeras (incluindo duas em sua parte traseira) equipadas com sensores infravermelho que permitem a detecção de diferentes profundidades. O projeto é resultado do trabalho da divisão “Advanced Technology and Projects”, ou simplesmente ATAP, comandada por ex-membros da Motorola que anteriormente já trabalharam na DARPA.

Experiências diferenciadas

O Project Tango tem o objetivo de possibilitar que smartphones (e tablets) adquiram uma “compressão quase humana de espaços e movimentos” que possibilitaria o desenvolvimento de novas experiências de uso, incluindo análises tridimensionais, navegação por ambientes e a criação de jogos mais envolventes. Segundo a Google, a novidade ainda está em fase de desenvolvimentos e pode sofrer uma série de transformações antes de resultar na produção de dispositivos comercialmente viáveis.

A empresa pretende disponibilizar o gadget a um número limitado de desenvolvedores em um momento inicial, deixando no ar a possibilidade de que ele chegue aos “consumidores comuns”. Embora seja possível que a companhia vá usar a tecnologia na produção de aparelhos próprios, é mais provável que ela licencie seu uso para parceiras comerciais que trabalham com o sistema operacional Android.

Cupons de desconto TecMundo: