(Fonte da imagem: Shuttersotck)

Em um país de proporções continentais como o Brasil, recorrer aos aeroportos para chegar a muitos lugares é essencial. Além disso, o mundo globalizado leva cada vez mais pessoas para todos os cantos do planeta, passando por diversos aeroportos, com tamanhos, climas e ambientes variados.

Ao passar correndo por um terminal para pegar o próximo voo, estamos totalmente submersos em um universo tecnológico que garante nossa segurança, a logística de nossas viagens e a total funcionalidade de um local que recebe viajantes 24 horas por dia.

No entanto, a evolução desses ambientes não para, com ideias inovadoras e funcionais. Selecionamos aqui algumas das tecnologias mais legais presentes em aeroportos do mundo, com soluções que podem aumentar a rapidez do serviço, oferecer entretenimento e garantir segurança e sustentabilidade.

Diminuição da emissão de gases e aceleração do processo de abastecimento

O aeroporto de Detroit (Detroit Metropolitan Wayne County Airport), nos Estados Unidos, trouxe uma forma sustentável e muito funcional de garantir o abastecimento das aeronaves. Usualmente, ele é feito utilizando caminhões-tanque que levam o conteúdo de um lado para o outro na pista.

(Fonte da imagem: Detroit Metro Airport/Divulgação)

Este método não só representa um perigo muito grande em caso de acidente como gera uma alta emissão de gases por conta do funcionamento dos próprios caminhões. Pensando nisso, os responsáveis pelo aeroporto desenvolveram hidrantes instalados por todo o local, capazes de fornecer combustível para os aviões de forma mais prática, segura e ecologicamente amigável.

Salas de espera modernas cheias de entretenimento

Muitas vezes, é preciso esperar horas até uma conexão ou sofrer com atrasos de voos. Pensando nisso, o aeroporto de Zurique, em colaboração com a ART+COM, criou docks de observação em suas salas de embarque, permitindo que você possa visualizar informações sobre companhias aéreas e sobre o próprio aeroporto a qualquer momento. Além disso, eles desenvolveram atividades especiais para crianças, com docks exclusivos para os pequenos.

(Fonte das imagems: ART+COM/Divulgação)

Outro aeroporto preocupado com o tempo que os viajantes passam em salas de espera é o Baltimore/Washington Thurgood Marshall Airport. Por um valor de US$ 17,50 por dia, você pode acessar a sala especial, com tomadas em todos os assentos — incluindo aqueles que estão no bar do lounge. Além disso, você pode desfrutar de conexão WiFi de alta velocidade, além de computadores (Windows e Macs) com impressoras coloridas.

Energia solar

Na Alemanha, o aeroporto internacional de Düsseldorf construiu em apenas oito semanas um painel solar, que cobre uma área equivalente a seis campos de futebol, sobre o teto do local. A geração de energia limpa que o aeroporto produz é de 2 megawatts por ano. Isso pode não estar nem perto do valor necessário para suportar todo o sistema elétrico do lugar, mas é indiscutivelmente interessante e, de fato, apenas o começo.

Para complementar e incentivar o projeto de energia solar, os viajantes podem acompanhar monitores gigantes, que mostram o quanto de energia o painel está gerando e como isso promove uma diminuição de emissão de gases — exibindo valores em tempo real.

Sistema de ventilação inteligente

O aeroporto internacional Norman Y. Mineta San Jose, no Vale do Silício (EUA) conta com um sistema de ventilação inusitado: através de seus assentos. Cada cadeira do modelo Zenky Air tem um difusor que emite ar fresco quando um passageiro está sentado sobre ela.

(Fonte da imagem: NBC)

Além de ser um sistema mais eficiente, os responsáveis pela modernidade no terminal B do aeroporto ainda conseguiram diminuir o consumo de energia do sistema, já que a cadeira — além de funcionar somente quando o assento está sendo utilizado — ventila apenas a área em volta até no máximo 2,5 metros de altura.

Esteiras eficientes

A esteira de bagagem é essencial no funcionamento de um aeroporto e, ainda assim, não é raro encontrar alguém que já tenha tido problemas com bagagens perdidas. No Aeroporto Internacional de Melbourne, na Austrália, os passageiros contam com uma esteira rápida, com sistema único de seleção de bagagens.

Ele envia as malas por esteiras individuais para que sejam colocadas em seu local de destino, de forma mais eficiente do que o sistema tradicional, que precisa de ajuda manual. Isso aumenta a capacidade de passageiros do aeroporto, pois torna o serviço mais rápido.

(Fonte da imagem: Shuttersotck)

Além disso, as novas esteiras são ecologicamente amigáveis, com redução de até 75% de emissão de carbono em relação às esteiras tradicionais. Os responsáveis ainda garantem que elas diminuem o risco de estragos e rasgos em suas malas, o que é excelente.

Instrumentos que garantem o pouso mesmo sem visibilidade

Em nossa seleção de tecnologias, o Incheon Airport, na Coreia do Sul, é definitivamente o aeroporto mais moderno da lista. Mas a tecnologia que garante a sua presença aqui é o sistema ILS Cat-III B.

Ele é um conjunto de instrumentos e ferramentas que oferecem total precisão para o pouso de aeronaves mesmo quando a visibilidade está abaixo dos 150 pés (ou 45,72 metros).  O sistema combina sinais de rádio e iluminação de alta intensidade, realizando todos os procedimentos para o pouso, ou seja, faz as medidas de altitude necessárias para informar ao piloto quando ele deve realizar as ações necessárias para chegar a terra firme.

A luta contra a neve

Por fim, trazemos uma tecnologia que nasceu da necessidade de lutar contra a neve nas pistas de pouso e decolagem. O sistema mais moderno está no Aeroporto Internacional de Pittsburgh, nos Estados Unidos, com um modo avançado de remover a neve para garantir a segurança dos voos.

(Fonte da imagem: Shuttersotck)

Operando diretamente com as torres de comando, trabalhadores na pista podem limpar o local em intervalos de 35 a 45 minutos, usando máquinas que podem remover até 3 mil toneladas por hora. Em seguida, outra máquina passa levando o gelo removido embora. Por fim, temos um caminhão que espalha produto químico antiderrapagem.

Para garantir ainda mais a segurança, ao final do processo um veículo de teste averigua a capacidade de aderência da pista antes que a informação seja repassada ao piloto no ar, que só então decide se há ou não condições para pouso.

 

Cupons de desconto TecMundo: