"Brexit" foi a designação escolhida para ilustrar o encerramento dos vínculos do Reino Unido com a União Europeia. Se você acha que isso não tem nada a ver com o Brasil, está enganado. Alguns mercados já estão sentindo a influência da decisão, e o nosso país também pode acabar sofrendo — principalmente na área de tecnologia da informação.

Como relata o CW, os mercados de tecnologias de informação e comunicação da América Latina podem sofrer consequências em médio e longo prazos. "Como resultado dos muitos investidores à procura de investimentos de qualidade, é esperado que o dólar se valorize em relação às moedas locais dos países latino-americanos", comentou Sebastian Menutti, analista da Frost & Sullivan LATAM.

Sobre o assunto, Ignacio Perrone, gerente da indústria de transformação digital da mesma companhia, comentou que "em termos gerais, o Reino Unido não é muito elevado no ranking de destinos de exportação ou de fontes de importação para países latino-americanos", então "o impacto de curto prazo do Brexit não seria tão grande".

O Brexit pode até retrair alguns mercados

Porém, é o investimento em mercados emergentes que deve cair após um curto período, como explica Perrone, já que a saída do Reino Unido poderá ser mais aguda quanto à fuga de investimentos. ''Se isso acontecer, os fluxos financeiros globais vão escolher títulos do Tesouro dos EUA ou outros investimentos de qualidade em vez dos mercados emergentes", disse.

Sem investimento em mercados emergentes, a tecnologia da informação e a comunicação podem sair mais caras para empresas, o que atrasa e até pode retrair alguns mercados. Ainda faltam dois anos para o Brexit ser concretizado, então podemos esperar muitas especulações até a data final.

Cupons de desconto TecMundo: