Para muitos ela pode nem parecer uma bicicleta, mas independente da denominação, este veículo de duas rodas é uma verdadeira diversão para quem puder se aventurar no comando. Utilizando motor elétrico, ela foi projetada com diversos padrões de equações físicas e matemáticas, garantindo o controle total para o piloto, que fica preso por um mecanismo de segurança similar ao de pilotos profissionais.

O projeto foi criado por universitários da Escola de Engenharia Mecânica (na Universidade de Adelaide, Austrália). Ao contrário do que acontecia com outras bicicletas “diwheel”, o movimento da EDWARD é totalmente oriundo do motor elétrico, sem utilizar propulsão humana para dar força ao veículo.

Com o movimento, a pessoa que estiver no controle pode ainda colocar em ação um pouco de diversão de montanhas-russas. É isso mesmo: com a relação entre aceleração e frenagem, é possível deixar o piloto de cabeça para baixo. Outro recurso muito interessante é a rotação no próprio eixo, que permite a movimentação em curvas muito fechadas, por exemplo.

(Fonte da imagem: Universidade de Adelaide)

Como utiliza motor elétrico, EDWARD é considerado um veículo verde que não polui o ambiente. Esse motor oferece velocidades de até 40 quilômetros por hora. Ainda não há notícias relacionadas à produção comercial do veículo.