A China não parece ser grande fã da tecnologia dos drones. Pelo menos, é o que dá a entender uma notícia veiculada no último domingo (2) pelo portal chinês Xinhua, que informou que o país realizou com sucesso os testes de um sistema de defesa laser especialmente desenvolvido para abater drones circulando em baixa altitude.

Segundo a Academia Chinesa de Engenharia Física, um dos responsáveis pela tecnologia, o equipamento consegue dar cabo de diversos dos pequenos veículos, bastando que estejam a um raio de dois quilômetros dele – e tudo isso em menos de cinco segundos após detectar os alvos. O dispositivo foi projetado para detonar drones voando abaixo dos 500 metros de altura e a uma velocidade de 50 metros por segundo, se destacando pela velocidade, precisão e baixo ruído.

Eficiência mais que garantida

“Interceptar esse tipo de drone geralmente é trabalho de atiradores de elite e helicópteros, mas a taxa de sucesso deles não é tão alta, e erros desse tipo podem resultar em danos desnecessários”, explica Yi Jinsong, diretor do Jiuyuan Hi-Tech Equipment Corp., outro grupo que trabalha no sistema de defesa.

De acordo com ele, os pequenos drones dessa categoria são baratos e fáceis de usar, fazendo com que sejam uma escolha bem atraente para grupos terroristas. Yi conta também que há uma preocupação por parte do governo com veículos do tipo que estejam em missões não autorizadas de mapeamento da área, assim como possíveis riscos para atividades aéreas civis ou militares.

Como se a tecnologia por si só não fosse o suficiente para botar medo, o plano é que os aparelhos sejam instalados ou transportados em todo o tipo de veículos, garantindo que o sistema possa oferecer segurança em grandes eventos nas áreas urbanas. Ainda não é o bastante? Então, saiba que o equipamento conseguiu 100% de precisão em um dos últimos testes realizado na China, colocando abaixo mais de 30 drones – sem nem suar.

Foi revelado ainda que o projeto deve ganhar uma versão mais robusta, uma vez que está sendo desenvolvido um sistema similar que deve contar com mais poder de fogo e alcance. Portanto, talvez o território chinês não seja o mais indicado para testar o seu drone comprado no AliExpress, não é?

Cupons de desconto TecMundo: