O vídeo acima é simplesmente impressionante. Em questão de segundos (e mostrado por vários ângulos), um caminhão abandonado que corria a 80 km/h em linha reta colide contra uma barreira de aço que aparentemente (e só aparentemente) nem era tão resistente assim. O resultado? A cabine é completamente destruída, o veículo só avança por mais alguns centímetros e o motorista — se houvesse um naquele caso, claro — não sobra para contar história.

Todo esse show visual não é só para causar impacto: trata-se de um teste do Texas A&M Transportation Institute, que possui uma parceria com o U.S. State Department para criar e pesquisar medidas e equipamentos de segurança e realizar ao menos um desses testes a cada ano. A placa metálica em questão está enterrada 45 cm no chão e tem 24 cm de espessura, sendo feita de aço.

Neste caso, a barreira seria ideal para ser instalada em embaixadas e outros prédios governamentais. A ideia é isolá-los contra ataques de bomba por caminhões, por exemplo: note como o conteúdo do veículo de teste até se move um pouco, mas nada que pudesse disparar algum explosivo. Ou, se ele estourasse, ficaria longe o bastante para não causar danos ao edifício.

Além disso, note que, especialmente pelo ponto de impacto, a sobrevivência do motorista "não é uma prioridade", segundo o próprio departamento. Nenhum caminhão usado no teste conseguiu vencer a barreira, mas ela ainda não tem previsão de ser implantada oficialmente em prédios públicos.

Cupons de desconto TecMundo: