(Fonte da imagem: Thinkstock)

O Brasil só está chegando agora à era da internet móvel 4G, mas a organização militar DARPA está um pouco mais adiante: a agência anunciou o projeto de criação de uma rede apelidada de 100G, que seria capaz de transferir dados a 100 Gbps.

A ideia da rede, que utiliza radiofrequências para funcionar, é proporcionar as mesmas qualidades e velocidades da internet de fibra óptica em locais em que essa tecnologia não tem estrutura para existir, como zonas de guerra e espaços de posicionamento de tropas.

O objetivo seria conseguir comunicação entre aeronaves e o solo (altura de até 100 km) e entre pontos fixos ou móveis distantes até 200 km. Fora conseguir tamanha velocidade de transferência, as dificuldades incluem ainda superar a camada de nuvens no céu em transmissões aéreas, algo que é possível utilizando diferentes frequências de sinal.

O uso seria estritamente militar no início, mas não dá para não se empolgar com a criação de um projeto dessa magnitude. Em janeiro de 2013, a DARPA vai apresentar a proposta e tentar garantir a aprovação para iniciar o desenvolvimento do 100G.

Cupons de desconto TecMundo: