(Fonte da imagem: The U.S. Army)

Conforme publicação do site Mobiledia, a Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA) – agência de pesquisa norte-americana famosa por seus projetos que transformam ficção em realidade – anunciou que possui planos de implantar nanochips em soldados com a intenção de monitorar a saúde das tropas, especialmente as doenças comuns em campo de batalha.

Embora a iniciativa pareça ser um mecanismo simples e eficiente para manter os combatentes saudáveis, há quem diga que o projeto nada mais é que uma tentativa de iniciar a implantação de chips em todos nós.

Segundo o site Dvice, Katherine Albrecht, coautora do livro “Spychips” (“Chips espiões”, em uma tradução livre), entende que "isso nunca vai acontecer com o governo dizendo que será uma arma: Você vai ter um chip de rastreamento’. É sempre em passos incrementais", como uma forma de ludibriar as pessoas.

Contudo, a DARPA garante que os nanochips seriam utilizados somente para que os médicos tivessem relatórios mais precisos e rápidos do estado de saúde dos soldados, e jamais para rastreá-los.

Fonte: Mobiledia, Dvice

Cupons de desconto TecMundo: