(Fonte da imagem: Federal Government of the United States/Wikimedia Commons)

Um estudo realizado pela British-American Security Information Council apontou que a quantidade de armas nucleares existentes no mundo diminuiu nas últimas décadas. Todavia, as bombas restantes são suficientes para liquidar a raça humana várias vezes.

A pesquisa "Beyond the United Kingdom: Trends in Other Nuclear States", ou “Além do Reino Unido: Tendências em Outros Países Nucleares” em português, estima que desde 1945 foram construídas mais de 128 mil bombas nucleares. Desse total, 98% foram produzidas pelos EUA e União Soviética (atual Rússia).

Contudo, ao longo do tempo, muitas dessas ogivas foram eliminadas ou utilizadas em testes. Outro levantamento, realizado no final de 2010, indicou que ainda existem 22.400 bombas, distribuídas entre os nove países com armas nucleares. Novamente, a grande maioria (95%) dessas ogivas estão sob domínio dos Estados Unidos e Rússia.

Porém, segundo o site Mother Jones, essa quantidade ainda é altíssima e desnecessária, pois somente uma fração desse total seria o suficiente para acabar com a humanidade. Para acessar o documento no formato PDF (em inglês) da pesquisa veiculada, clique aqui.

Cupons de desconto TecMundo: