Tecnologia. Informação. Mundo conectado. A evolução não pára e o ano de 2015 apresenta boas perspectivas para a frenética indústria de TI. Dentre as tantas novidades que estão por vir, assistiremos, por exemplo, a uma corrida de desenvolvedores (e seus aplicativos), a ampliação da oferta de soluções e a abrangência da Internet das Coisas. Dentro desse dinamismo, destaco algumas tecnologias que julgo serem promissoras para o ano, colaborando ainda mais com a transformação do mercado.

A primeira delas é o Arduino, placa de prototipagem rápida para iniciantes em eletrônica. Presente no mercado há cerca de dez anos, ela permite o desenvolvimento de projetos que vão desde a programação do acender de uma lâmpada até a complexidade de uma casa inteligente (Internet das Coisas). Ainda, integrada à internet, funciona com arquivos de som e imagem. Sua utilização tem crescido bastante e ganhado evidência no que diz respeito à eletrônica caseira devido à simplicidade e à facilidade que oferece para o desenvolvedor.

Ainda, ganharão espaço no mercado tecnologias que promovam a flexibilidade. O Windows Azure, por exemplo, é uma plataforma de desenvolvimento na nuvem que permite hospedar banco de dados e máquinas virtuais fazendo com que toda a infraestrutura esteja fora da empresa. Os grandes benefícios que a tecnologia oferece são a disponibilidade e a escalabilidade – utilização da solução conforme demanda – e, ainda, sem a responsabilidade pela estrutura, gerenciamento do tamanho ou segurança dos dados.

As ferramentas de Big Data, como o IBM Cognos, também terão destaque no ano vindouro. De acordo com a International Data Corporation (IDC)¹, Big Data e Analytics responderão por um mercado de 125 bilhões de dólares, em 2015. Tais soluções agrupam um volume gigantesco de dados - geralmente proveniente da internet ou interação humana em redes sociais – e permitem o cruzamento inteligente dessas informações de forma a gerarem valor ao cliente. Desta forma, permitem sua utilização alinhada aos objetivos estratégicos da empresa.

O crescimento do uso de dispositivos e aplicações móveis seguirá demandando plataformas de desenvolvimento que comportem os principais sistemas operacionais do mercado (IOS, Windows e Android). Para este fim, existem diversas ferramentas que auxiliam a criação de “multiplataformas”, como o Xamarin, que otimiza o tempo de desenvolvimento das aplicações, tornando-as, ainda, compatíveis com diferentes dispositivos. Outra ferramenta disponível é a nova versão do Visual Studio, da Microsoft, que utiliza a plataforma Apache Cordova para essa mesma finalidade. 

?Além das soluções abordadas, no próximo ano muito será falado sobre a novidade que vem para ficar: tecnologias que proporcionam interação homem-máquina por meio de realidade aumentada e óculos de realidade virtual (3D). Elas podem ser integradas com Internet das Coisas e o ganho em experiência do usuário é riquíssimo, podendo ser aplicado em: medicina, simulações de voo e laboratórios de pesquisa & desenvolvimento, por exemplo. A partir da evolução dessa tendência e tecnologia, presenciaremos o surgimento de ferramentas inovadoras.

Isso é apenas uma pequena parte de tudo o que está por vir. Para o próximo ano, podemos esperar grandes avanços nos mais diferentes setores, que certamente serão apoiados pela tecnologia e as inúmeras possibilidades que ela permite. Aos profissionais da área, bom trabalho!

Artigo escrito por Carlos Rafael, professor de programação web da BandTec.

Cupons de desconto TecMundo: