Se você algum dia já teve a chance de testar um carro que conta com a tecnologia de partida sem chave, então deve saber como é prático não ter que tirar o acessório do bolso para ligar o veículo e sair andando. Mas e se você soubesse que isso, ao contrário do que se imaginava, também pode tornar a vida dos ladrões muito mais fácil? Parece que é isso que está acontecendo, graças a um dispositivo novo que vem sendo utilizado por criminosos sofisticados.

De acordo com o Los Angeles Times, fontes de uma organização não lucrativa do setor de seguros chamada de National Insurance Crime Bureau (NICB) receberam de um especialista europeu exemplares do aparelho que vem sendo usado pelos meliantes. Para funcionar, o esquema necessita de dois equipamentos separados, mas que atuam em conjunto para enganar as portas e o sistema de partida do automóvel.

O dispositivo conseguiu abrir e dar a partida em 18 de 35 veículos testados

Funciona mais ou menos assim: o ladrão em posse do primeiro dispositivo fica por perto enquanto o dono do carro estaciona e tranca seu carro, capturando o sinal enviado da chave para o veículo. Essa informação é então transferida para um segundo aparelho, que a utiliza para enganar o automóvel, fazendo-se passar pela chave de verdade. Em posse disso, basta ao bandido ir até a porta do carro, abri-lo, apertar o botão de saída e ir embora com o “prêmio”.

Preso na alfândega?

Segundo o USA Today, a NICB testou o equipamento em 35 veículos diferentes e constatou que 19 deles puderam ser abertos. Desse total, 18 permitiram que o invasor desse a partida e saísse dirigindo. O Los Angeles Times informa que os carros totalmente vulneráveis incluem nomes como o Ford Edge 2015, Chevrolet Impala 2016, Toyota Camry 2017 e Volkswagen Jetta Hybrid 2013. Até o momento, não há relatos que indiquem que o dispositivo já foi utilizado por criminosos em países fora da Europa.

Cupons de desconto TecMundo: