Desde que os computadores pessoais foram criados, os teclados têm sido peças fundamentais no cotidiano dos consumidores. Apesar de hoje a utilização dos celulares ser muito mais disseminada em alguns lugares, os PCs já foram os principais meios de comunicação utilizando-se a internet — e isso podia ser visto nas conversas no MSN, na digitação de textos no Orkut, nas trocas de mensagens nos bate-papos e em muitos outros serviços.

Ainda hoje, quem trabalha com computadores está sempre precisando dos teclados, e jovens os utilizam com bastante frequência para a digitação de trabalhos acadêmicos e outras tarefas. Os gamers também sabem muito bem do que estamos falando e que a necessidade de um bom teclado vai muito além do “W,A,S,D”. Mas será que existe como inovar nestes equipamentos?

Ao longo das últimas décadas, muitas empresas especializadas em tecnologia e periféricos tentaram responder a essa pergunta. A verdade é que muitos modelos de teclados foram construídos e uma boa parte deles conseguiu sucesso. Mas também é preciso dizer que muitos falharam miseravelmente na missão e acabaram se tornando bizarrices da tecnologia. É sobre estes que vamos falar hoje. Esteja pronto para ver muitos modelos bem estranhos!

1. SafeType

“Eu odeio quando estou no computador e alguém para atrás de mim para ver o que eu estou fazendo!” Esta frase é bem recorrente entre os usuários de computadores — principalmente dos que utilizam desktops —, afinal de contas, ninguém gosta de ter as conversas vigiadas por pessoas intrometidas, não é mesmo? Mas como evitar essas pessoas que chegam sem serem percebidas?

O teclado SafeType é uma resposta bem interessante... Ou pelo menos prometia ser. O periférico possui dois espelhos retrovisores nas laterais, permitindo que você saiba exatamente quem está por perto e quem se aproxima a qualquer momento. O único problema é que as teclas ficam na vertical e é bem difícil enxergar quais são as letras que estão sendo acionadas em cada momento.

Apesar da bizarrice, o SafeType foi premiado como o “Teclado Vertical Mais Vendido do Mundo”...  Tudo bem, ele é o único de que nós temos notícia até o momento e o prêmio foi concedido pela própria fabricante, mas quem se importa?

2. iGrip Ergonomic Keyboard & Trackball (controle)

Há quem goste de jogar games nos controles de console e há quem prefira os teclados. Logo, também deve haver quem prefira os gamepads para digitar também, não é mesmo? Não! Bem, mas os criadores do iGrip Ergonomic Keyboard & Trackball pensaram de outra forma e criaram um teclado que possui botões espalhados por todo o periférico — exigindo a utilização de quase todos os dedos.

Vale dizer também que o aparelho possui um trackball integrado. Ou seja, com o mesmo iGrip Ergonomic Keyboard & Trackball é possível fazer o controle do cursor do mouse. Talvez ele tenha sido desenvolvido por alguém que está à frente do nosso tempo, mas também há a possibilidade de ele ser apenas um erro do mundo da tecnologia. Em qual das possibilidades você apostaria todo o seu dinheiro?

3. abKey Revolution

A empresa responsável pela produção do abKey Revolution estudou quais eram as letras mais utilizadas pelos usuários de computadores dos Estados Unidos e decidiu criar um teclado dedicado a elas. Isso significa que as teclas mais usadas estão todas agrupadas para permitir que os usuários as encontrem com mais facilidade — esqueça o “QWERTY” que você conhece desde criança.

Teclas como “U” e “A” ainda ganhavam mais destaque (são as teclas pretas maiores). Também é preciso mencionar o fato de que o teclado é semidestacável. Uma peça na parte superior do layout permite que os consumidores o deixem aberto ou fechado, facilitando a digitação em alguns momentos. Pelo menos é o que prometiam os desenvolvedores. Ainda não entendemos como isso fracassou no mercado!

4. Datahand Professional II

Este é para quem realmente quer digitar com todos os dedos para evitar a sobrecarga sobre um deles. Tudo o que você precisa fazer é encaixar cada dedo nos espaços disponíveis no aparelho e então se esforçar um pouco para entender onde fica cada tecla. Os espaços são compostos por cinco botões — cima, baixo, esquerda, direita e pressão — acionados por movimentos diferentes.

Também existem algumas funções extras que estão nos polegares e exigem um pouco mais de precisão. Pode parecer um pouco complicado no começo — e provavelmente isso não muda muito no decorrer do tempo —, mas a ideia até que é interessante. O que deve ser difícil é usar o mouse ao mesmo tempo em que os textos estão sendo compostos, não é mesmo?

5. Combimouse

Ao ver o teclado Combimouse, talvez você pense: “Nossa, mas esse teclado parece ter uma parte destacada que pode ser usada como mouse!”. E, se essa é a sua realidade, você acaba de acertar. O Combimouse permite que as digitações sejam combinadas com o controle do cursor, facilitando a vida de quem precisa passar menos tempo trocando de periférico na frente do PC.

A fabricante garante que a utilização é simples e o aprendizado é rápido, mas ainda não conseguimos entender se é realmente fácil digitar ao mesmo tempo em que o mouse é controlado. Também precisamos mencionar que arrastar o cursor sem pressionar alguma tecla acidentalmente pode ser uma tarefa complicada e que jogar games de tiro em primeira pessoa deve ser um grande desafio.

6. Dual-Handed Ergonomic 3D Keyboard

Especialistas em ergonomia dizem que a digitação que dá preferência a apenas uma das mãos pode ser prejudicial para a saúde dos músculos e tendões utilizados no processo. Pensando nisso, uma empresa chamada Maltron criou o Dual-Handed Ergonomic 3D Keyboard e praticamente proibiu os consumidores de digitarem com apenas uma das mãos. É verdade, é quase impossível.

Com teclas que possuem o acesso dificultado, os usuários precisam se forçar a utilizar as duas mãos enquanto compõem seus textos. De outro modo, seria necessário fazer um esforço muito maior para que uma simples tecla pudesse ser pressionada. Você se arriscaria com um desses em nome da saúde das mãos?

7. Maltron Single-Handed Keyboard

Da mesma Maltron do modelo anterior, o Maltron Single-Handed Keyboard faz exatamente o contrário: força o consumidor a utilizar apenas uma mão. Com um design tridimensional, ele promete permitir que os usuários tenham acesso a todas as teclas com bastante facilidade diretamente na mão direita — também foi criada uma versão para canhotos —, que só precisa ajustar a altura dos dedos.

Assim como no modelo para duas mãos, neste caso a utilização com a mão contrária é praticamente impossível — talvez seus pulsos tenham começado a doer apenas de pensar em como seria fazer isso. Vale mencionar que existe uma área com telas numéricas e botões de função que ficam na parte reta do teclado e que assim sua mão esquerda não se sentiria tão abandonada.

8. myKey0 Keyboard/Organizer

Você pode guardar papéis embaixo do seu teclado? Pode sim! Você pode guardar dinheiro embaixo do seu teclado? Também! Você pode guardar uma tesoura, um lápis, duas borrachas e cinco canetas embaixo do seu teclado? Claro que não — a menos que você não ligue para o desconforto. Mas uma criação do myKeyO decidiu provar que existe uma maneira de fazer isso sem perder o conforto.

Estamos falando do teclado myKey0 Keyboard/Organizer, que além das teclas comuns ainda possui uma estrutura organizadora em sua parte inferior. Isso mesmo, o teclado é também uma caixa plástica de organização de materiais. Vale dizer que o produto possui versões especialmente produzidas para tablets e é um dos poucos mostrados aqui que sobreviveram ao mercado.

9. DX1 Customizable Keyboard

A ideia é excelente, mas você certamente vai pensar em como isso pode realmente ser útil. O DX1 Customizable Keyboard conta com 25 teclas separadas e que podem ser dispostas por uma base da maneira que o usuário quiser. Isso significa que é possível espalhar as 25 peças para serem usadas como letras na ordem que for desejada e ainda é possível fazer com que elas tenham diversas outras funções.

O legal é que é possível espalhar as teclas da maneira que o usuário quiser — sem qualquer compromisso com a estética ou com a lógica, inclusive. Parece uma grande loucura, não é mesmo? Pois o produto foi criado pelo site Think Geek e isso explica muita coisa! Para quem  acha que ele é uma piada de “Primeiro de Abril”, vale dizer que o produto não consta na lista de brincadeiras criadas pelo site.

10. Das Keyboard

O layout de teclas é o mesmo “QWERTY” com o qual você já está acostumado. Ele não tem teclas verticais, não possui três dimensões nem traz teclas especiais. Mas por que o Das Keyboard está na lista dos teclados malucos, bizarros, bisonhos, doidos, estranhos e curiosos? Pelo simples fato de que ele não possui uma única marcação para dizer quais são as teclas acionadas.

Isso mesmo... Estamos falando de um teclado sem uma única letra impressa. Segundo os fabricantes, isso foi feito para incentivar os consumidores a aprenderem a disposição das letras com mais exatidão. Se isso funciona, mesmo? Não sabemos. Mas certamente deve haver alguém que se irrite com as letras apagadas antes mesmo de conseguir aprender. Sabe aquele momento em que você trava e esquece onde fica algo? Com o Das isso só seria resolvido por “tentativa e erro”.

.....

Como você pode perceber, a quantidade de bizarrices que a tecnologia já viu não para de aumentar — exemplos de mouses também deixam isso bem claro. Por algum motivo bem estranho (ou não), a maioria dos teclados mostrados aqui não atingiu sucesso no mercado e hoje são encontrados apenas em sites de compras pela internet, como o eBay.

Será que você já conhecia algum dos teclados mostrados neste artigo? E será que há algum exemplo que seja ainda mais bizarro do que os que trouxemos aqui? Vale ficar atento ao mercado para que possamos saber assim que um designer decidir colocar algo ainda mais maluco nas prateleiras.

Cupons de desconto TecMundo: