(Fonte da imagem: Reprodução/iFixit)

Você já pensou em qual é o nível de dificuldade em acessar os componentes de hardware de um tablet na hora de realizar um conserto? Pois existe um site chamado iFixit que é especializado em descobrir isso para os consumidores. E dessa vez as novidades são referentes aos tablets Kindle Fire HDX (da Amazon), que chegam ao mercado norte-americano ainda nesta semana.

O iFixit realizou a desmontagem total do aparelho e chegou à conclusão de que ele só conseguir três pontos (em uma escala que vai de 0 a 10) de facilidade na reparação. Os principais fatores que levaram os especialistas a essa nota foram: bateria colada e placa-mãe quase impossível de ser substituída. Tudo isso torna a manutenção do tablet muito mais difícil do que se esperava.

É claro que poucas são as pessoas que realmente desejam abrir seus tablets para tentar realizar algum conserto quando acontece algum tipo de problema, mas é comum que a dificuldade em realizar reparos pode encarecer os serviços das assistências técnicas — o que pode forçar os consumidores a optarem pela aquisição de novos aparelhos, ainda mais em países em que os preços são similares.

O Kindle Fire HDX de 7 polegadas chega aos consumidores dos Estados Unidos no próximo dia 18 de outubro e poderá ser comprado por US$ 229 (R$ 500), pela própria Amazon. Também há uma versão um pouco maior, com 8,9 polegadas, que chegará ao mercado no começo de novembro e custará US$ 379 (R$ 826).

Cupons de desconto TecMundo: