(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

De acordo com informações divulgadas por diversas fontes internacionais, parece que a Amazon pretende reformular a sua linha de tablets Kindle Fire — e, apesar disso, ela deve manter todos os modelos que são ofertados para o público consumidor atualmente, de forma que você vai continuar tendo as mesmas alternativas de compra.

A principal alteração que vai ser feita nos aparelhos diz respeito à tela utilizada, que vai ser trocada, sendo que o objetivo é o de melhorar a qualidade da imagem. Com isso, a versão mais completa do tablet da Amazon vai começar a contar com uma resolução de 2560x1600 pixels — ou seja, neste quesito, o aparelho consegue competir com as telas Retina dos novos iPads.

Bom, mas não é perfeito

Ainda tocando na questão de imagem, a densidade de pixels do novo Kindle Fire é maior do que a do tablet da Maçã, mas isso acontece principalmente por conta do seu tamanho — o aparelho da Amazon conta com sete polegadas e o da Apple com 9,7. Por conta disso, é provável que o gadget acabe se revitalizando e obtendo posições melhores no mercado.

Apesar disso, a Amazon precisa trabalhar melhor com a sua loja de aplicativos e outros problemas com o sistema operacional, já que esses detalhes fazem com que muitos compradores acabem optando por outros produtos. No entanto, não há como negar que essas possíveis atualizações são um começo.