Tablets: os mais vendidos da categoria até 2015 (Fonte da imagem: Reprodução/Se Atualize)

O Brasil deve atingir a marca de um computador por pessoa em 2016 (a estimativa leva em conta tablets, desktops e notebooks). Mas esse resultado não deve ser possível com a ajuda dos computadores de mesa: só neste ano, a queda nas vendas deverá ser de 7,8%, de acordo com um relatório da empresa de pesquisas IDC – e o tombo é maior do que o esperado.

A queda nas vendas de PCs é bastante óbvia e algo esperado para quem acompanha os noticiários de tecnologia. Com a redução nos preços dos notebooks nos últimos anos e o advento dos tablets, ficou claro que o ritmo de vendas dos desktops começaria a desacelerar.

A ascensão dos tablets

No último relatório divulgado na terça-feira (28), a IDC nota que os consumidores que utilizam tablets continuam a adiar a troca de laptops e desktops, o que acentua ainda mais a queda nas vendas. De acordo com a companhia, os tablets devem superar PCs e notebooks até 2015.

Só neste ano, as vendas dos tablets deverá ser 58,7% maior, puxada pelo crescimento nas vendas de dispositivos que usam a plataforma Android. Segundo a IDC, o preço médio de venda deste tipo de aparelho deve cair 10,8%, para R$ 381. 

Cupons de desconto TecMundo: