Sony S chega na IFA com visual inovador
Mas em compensação, as configurações de hardware não são distintas dos demais tablets no mercado.
A epidemia de criação de tablets tem se espalhado e, dentre as opções recentes lançadas, o Sony S é um dos que possui o visual mais inovador. O design curvo é excelente para usar o tablet apoiado na mesa. Na mesma hora que você manuseia, o aparelho já consegue notar a diferença: é muito mais fácil segurá-lo somente com uma mão, devido a lateral. Mas nem tente usá-lo no formato “retrato” apoiado assim em uma superfície: a inclinação deixa nada ergonômica essa brincadeira. Para “paisagem”, sim, vale a pena.
A tecnologia TruBlack Brava realmente proporciona imagens cristalinas e definidas, deixando o preto mais intenso. O Sony S tem integração com qualquer dispositivo com conexão DLNA, como os notebooks Vaio, por exemplo. Dessa forma, é possível fazer streaming de músicas e vídeos do tablet para outros aparelhos.
O aparelho vem com Android Honeycomb e demais configurações semelhantes aos outros tablets do mercado, como processador Tegra 2 e versões de 16 e 32 GB. O que a Sony acabou modificando internamente foi o sistema de menus para visualização de aplicações e configurações do tablet. Agora, essas opções não aparecem somente em forma de lista, mas sim como boxes maiores e com animações de transição. 
O modelos S tem acesso à loja de games e livros digitais da Sony e já vem com acesso ao serviço gratuito para baixar filmes, o Qriocity. A quantidade de títulos ainda é limitada, e na maioria em inglês. O dispositivo será vendido a partir de U$ 499 nos Estados Unidos, para versões do tablet com 16 GB e em torno de U$ 599 para o de 32 GB.
Especificações
Tela: 9.4 polegadas
Peso: 598 gramas com Wi-Fi e 625 gramas com Wi-Fi mais 3G
Sistema operacional: Android 3.1 Honeycomb
Processador: Tegra 2 dual-core
Memória RAM: 1 GB 
Armazenamento: 16 ou 32 GB

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A epidemia de criação de tablets tem se espalhado e, dentre as opções recentes lançadas, o Sony S é um dos que possui o visual mais inovador. O design curvo é excelente para usar o tablet apoiado na mesa. Na mesma hora que você manuseia, o aparelho já consegue notar a diferença: é muito mais fácil segurá-lo somente com uma mão, devido a lateral. Mas nem tente usá-lo no formato “retrato” apoiado assim em uma superfície: a inclinação deixa nada ergonômica essa brincadeira. Para “paisagem”, sim, vale a pena.

A tecnologia TruBlack Brava realmente proporciona imagens cristalinas e definidas, deixando o preto mais intenso. O Sony S tem integração com qualquer dispositivo com conexão DLNA, como os notebooks Vaio, por exemplo. Dessa forma, é possível fazer streaming de músicas e vídeos do tablet para outros aparelhos.

O aparelho vem com Android Honeycomb e demais configurações semelhantes aos outros tablets do mercado, como processador Tegra 2 e versões de 16 e 32 GB. O que a Sony acabou modificando internamente foi o sistema de menus para visualização de aplicações e configurações do tablet. Agora, essas opções não aparecem somente em forma de lista, mas sim como boxes maiores e com animações de transição. 

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O modelos S tem acesso à loja de games e livros digitais da Sony e já vem com acesso ao serviço gratuito para baixar filmes, o Qriocity. A quantidade de títulos ainda é limitada, e na maioria em inglês. O dispositivo será vendido a partir de U$ 499 nos Estados Unidos, para versões do tablet com 16 GB e em torno de U$ 599 para o de 32 GB.

Especificações

  • Tela: 9.4 polegadas
  • Peso: 598 gramas com Wi-Fi e 625 gramas com Wi-Fi mais 3G
  • Sistema operacional: Android 3.1 Honeycomb
  • Processador: Tegra 2 dual-core
  • Memória RAM: 1 GB 
  • Armazenamento: 16 ou 32 GB

 

 

Cupons de desconto TecMundo: