(Fonte da imagem: Samsung/Reprodução)

 Reuters. Por Miyoung Kim - A Samsung lançou nesta quarta-feira uma versão mais leve e fina do computador tablet Galaxy Tab, em um esforço para tentar conquistar parte do imenso mercado dominado pelo Apple iPad.

O Galaxy Tab com tela 10,1 polegadas é uma versão melhorada do modelo com tela de 7 polegadas lançado em outubro. O aparelho funciona com a mais recente versão do Google Android e conta com um processador de núcleo duplo Tegra 2, da Nvidia. A tela do tablet é maior e maior nítida que a do iPad 2, e o peso do modelo é menor.

Com preços a partir de 500 dólares nos Estados Unidos, comparáveis aos do iPad 2, o novo modelo da Samsung enfrenta forte concorrência de mais de 100 outros aparelhos lançados em resposta ao iPad, a maioria dos quais acionados pelo sistema operacional Android.

Características

  • Tela de 10.1
  • Widescreen HD (1200 x 800)
  • Android 3.1 Honeycomb
  • Suporte para Adobe Flash
  • Wi-Fi 
  • Bluetooth
  • Câmera frontal (2MP) e traseira (3MP com autofocus e flash)
  • Bateria de lítio-polímero 7000 mAh
  • 16GB de memória de armazenamento 
  • Peso: 567g
  • Espessura: 0,8 cm
  • Disponível nas cores preto, branco e cinza
  • Preço: US$499.99

Briga das tablets

Até o momento Apple e Samsung vêm dominando o mercado de tablets, vistos inicialmente como brinquedo de acesso à Web, mas que capturaram a imaginação de empresas como hotéis de luxo, companhias áreas e serviços de planejamento de casamentos.

Produtos concorrentes como o PlayBook, da Research in Motion, e o Xoom, da Motorola, receberam críticas pouco entusiasmadas, enquanto o TouchPad, da Hewlett-Packard, está chegando tarde ao mercado, e o grupo de varejo online Amazon.com revelou apenas na semana passada seus planos de ingresso nesse mercado superlotado.

Na quarta-feira, a Lenovo realizou o lançamento mundial de três tablets. A Dell optou por lançar seu novo tablet Android com tela de 10 polegadas na China, dentro de algumas semanas, preterindo um lançamento na Europa e EUA porque a China está emergindo como linha de frente na batalha pelo segmento.

Quem vende mais?

As vendas de iPads no segundo trimestre bateram recorde e superaram de longe as expectativas do mercado, o que destaca o desafio que a companhia sul-coreana precisa enfrentar. Suas ações fecharam com alta de 3,5 por cento nesta quarta-feira, o que levou o valor de mercado da maior companhia de tecnologia da Ásia para cerca de 130 bilhões de dólares.

A Apple vendeu 14 milhões de iPads no primeiro semestre, ante estimativas de analistas de um total de 7,5 milhões de Galaxy Tabs para todo o ano de 2011.

Na Coreia do Sul, o modelo de 16 gigabytes do novo Galaxy Tab será vendido por 671 mil wons (633 dólares), ligeiramente mais caro que o modelo comparável do iPad, que é comercializado por cerca de 640 mil wons.

Cupons de desconto TecMundo: