(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Quando anunciados, os tablets da Microsoft apresentaram uma diferença: o Surface RT viria com o sistema operacional ARM Windows RT, enquanto o Surface Pro seria lançado com o Windows 8, o mesmo SO presente em desktops. Para Jeffrey Clarke, chefe da divisão de PCs da Dell, o fato do uso do nome “Windows” para o RT apenas confundiria os consumidores. Mesmo assim, seu apelo para que o termo fosse trocado não foi atendido.

Segundo o The Australian Financial Review, Clarke pediu para o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, para que o nome do sistema operacional Windows RT fosse trocado, já que, por ser baseado em uma arquitetura ARM, não poderia rodar programas antigos do Windows.

Ballmer não quis saber e manteve o nome, pois julgava que a marca “Windows” era forte demais para ser substituída. Para Clarke, manter o termo confundiria os consumidores, que comprariam o tablet pensando que ele seria compatível com aplicativos presentes em outras versões do sistema operacional.

Microsoft ainda não explicou muito bem as diferenças entre os SO

O pedido de Jeffrey Clarke tem sentido, já que, até o momento, a Microsoft mostrou ter dificuldade em diferenciar o Windows RT do Windows 8. Isso faz com que consumidores acreditem que eles sejam similares, podendo rodar os mesmos aplicativos e apresentar desempenho parecido.

Recentemente, a empresa de Steve Ballmer anunciou que vem treinando funcionários das Microsoft Stores para que eles consigam passar todas as informações necessárias para a diferenciação entre os produtos.

Cupons de desconto TecMundo: