(Fonte da imagem: Reprodução/iFixit)

Conforme já se tornou tradição toda vez que um novo produto eletrônico chega ao mercado, os membros do site iFixit já trataram de desmontar o Surface Pro 2. Apesar de contar com um hardware revisado em relação a seu antecessor, o novo produto da Microsoft continua mantendo uma característica indesejada: a grande dificuldade em reparar ou substituir componentes.

Dentro do produto avaliado é possível encontrar um SSD de 128 GB SK Hynix, um processador Intel Core i504200U e 4 GB de memória RAM DDR 2 Hynix. Para que todos os componentes fiquem fixos no lugar apropriado, a Microsoft decidiu incorporar nada menos que 90 parafusos no design de seu novo tablet, 52 deles só na parte exterior do eletrônico.

Segundo o iFixit, os métodos de refrigeração utilizados pela fabricante são exatamente os mesmos da primeira geração do produto. Com isso, é de se supor que o menor aquecimento testemunhado durante os testes seja fruto de uma combinação entre o novo hardware e otimizações de software feitas pela Microsoft.

Já entre os quesitos que dificultam a manutenção do gadget está o fato de que o digitalizador da tela está fundido ao painel LCD, o que significa que um dano em qualquer uma dessas partes implica na necessidade de substituir ambas. Além disso, o display e a bateria do Surface Pro 2 são fixadas com uma quantidade grande de cola, o que torna mais difícil e perigoso retirar essas peças.

Cupons de desconto TecMundo: